ESTÁ NA HORA DE VOLTAR…

Voltar à escola, voltar às rotinas, voltar aos horários menos flexíveis… mas, também está na hora de voltar às brincadeiras com os amigos, aos abraços das professoras e dos colegas, às novas aprendizagens e divertidas descobertas.



Voltar às aulas não tem de ser um drama, nem para as crianças, nem para os adultos. Apesar de, por vezes, parecer ser um desafio acordar cedo, despachar e ir para a escola; e organizar os dias de forma a que as horas estiquem e consigamos fazer tudo o que é necessário fazer, acredito que se tivermos bem claras as nossas intenções quanto mães, pais ou cuidadores, mais dificilmente seremos engolidos pela confusão e pelo caos que algumas vezes assombram os nossos dias. Conseguir manter a calma, respirar fundo e focar no que é realmente importante a cada momento pode fazer toda a diferença na forma como observamos o que nos rodeia, permitindo-nos fazer escolhas mais conscientes e sair do piloto automático.

Ajudar as nossas crianças neste regresso às aulas também passa, na minha opinião, por ajudá-los a encontrar os aspectos empolgantes, excitantes e divertidos do seu dia-a-dia na escola. Para além de tudo o que apreendem, academicamente falando, há todo um mundo de experiências novas e de vivências sociais e culturais que os enriquecem enquanto seres humanos atentos e conscientes.

Seja a brincar à apanhada, às escondidas, a jogar à bola ou a brincar com as bonecas. Seja a subir às árvores, a brincar na floresta, a passear com os amigos ou “apenas” a conversar no pátio da escola. Todas estas são formas de desenvolver e potenciar competências socio-emocionais importantíssimas para o desenvolvimento saudável de crianças, jovens e adolescentes.



Cabe-nos a nós, enquanto pais e educadores, mostrar-lhes que é seguro explorarem; que podem ir, descobrir, explorar, cair e levantar, que nós estaremos lá para os apoiar e para ajudar, sempre que eles precisem (e queiram…) a nossa ajuda.

Paralelamente a tudo isso, aproveite ao máximo os momentos que passam juntos e promova tempos de qualidade em família. Por exemplo: à tarde, quando for buscar os miúdos à escola, faça um pequeno desvio e vão até ao parque infantil ou brincar no jardim. Em casa, podem cozinhar juntos, brincar na banheira, fazer teatros, ler histórias ao deitar, etc. etc. etc. Quando promove tempo de qualidade com cada um dos seus filhos, não só está a fortalecer os laços de conexão e de confiança entre ambos, como também está a abrir caminho para uma comunicação mais autêntica e profunda, do que “apenas” perguntar como foi o dia ou o que comeu ao almoço…

No início deste ano lectivo, proponho que volte a conectar-se com as suas intenções, que as escreva e coloque num sítio bem visível e que recorra a elas sempre que os desafios do dia-a-dia tentarem tirá-la(o) do sério…

Por tudo isto, e muito mais, está na hora de voltar a sorrir, a brincar, a conversar, a ser mais flexível com os horários, de ver cada momento tal como ele é: ÚNICO E ESPECIAL!


Andreia Saraiva Rodrigues

Falicitadora Happy Feelings

Facebook: HAPPY Feelings, Conscientemente Felizes


No próximo dia 12 de Outubro teremos uma sessão de Mindfulness para Pais & Filhos no Espaço Mercado Natura em Sintra - Lourel. Participe, contacte-nos para mais informações.

18 visualizações